Já fui aquela de: “Nossa, que metida”. Sim, isso mesmo já fui. Já percebi o quanto ser preguiçosa, burra, e idiota vale a pena, pelo simples fato de ver, como perto dos melhores eu me sinto apenas eu, só eu. Consegui ver que a minha felicidade não consegue depender de ninguém, por que sou única, sempre fui. Que eu saiba, acho que é até impossível existir alguém como eu, e assim também como cada um de nós. Por que? Por que somos nós mesmos, eu por exemplo, a mesma idiota de sempre, e quer saber mais? Não me importo nem um pouquinho com o que você acha de mim. Então quer saber de mais uma coisa? Aprendi a ligar o meu foda-se. E? Ah, foda-se, não devo explicações. (QQFV)

Já fui aquela de: “Nossa, que metida”. Sim, isso mesmo fui. Já percebi o quanto ser preguiçosa, burra, e idiota vale a pena, pelo simples fato de ver, como perto dos melhores eu me sinto apenas eu, só eu. Consegui ver que a minha felicidade não consegue depender de ninguém, por que sou única, sempre fui. Que eu saiba, acho que é até impossível existir alguém como eu, e assim também como cada um de nós. Por que? Por que somos nós mesmos, eu por exemplo, a mesma idiota de sempre, e quer saber mais? Não me importo nem um pouquinho com o que você acha de mim. Então quer saber de mais uma coisa? Aprendi a ligar o meu foda-se. E? Ah, foda-se, não devo explicações. (QQFV)

  1. feelingsisimportant reblogged this from proclamada
  2. proclamada posted this